Baleia à vista!

Este slideshow necessita de JavaScript.

O barquinho desliza devagar enquanto olhos atentos procuram qualquer sinal no horizonte.  Um exercício que pode durar horas até o jorro d’água brilhar a centenas de metros de distância. Então o motor acelera e os observadores sacam as câmeras. Todos querem registrar tal momento: as jubartes viajaram 8.500 quilômetros desde o Pólo Sul e agora estão ali, a apenas um clique.

Ao se aproximar das gigantes do mar, o barqueiro desliga a máquina. Todos ficam de pé. É difícil se equilibrar, e ninguém sabe qual será a reação animal. As baleias podem dar saltos perfeitos – apesar de suas 40 toneladas – ou exibir o dorso, as nadadeiras, a cauda…

Observar baleias é um jogo de paciência. Os pequenos barcos partem dos hotéis, tanto em Nuquí quanto em Bahia Solano, e navegam 20 minutos para se afastar da costa. Aí começa o exercício de observação.

O turista pode passar três horas no mar sem avistar nenhuma baleia. Ou ver um borrifo d’água. As jubartes vêm à superfície para respirar – é  quando se mostram aos curiosos. Em seguida, mergulham e só voltam a aparecer após um intervalo que varia de 7 a 25 minutos.

O clima nessa região é outro fator de sorte. Tormentas podem surgir de repente, encerrando o passeio. Mas justiça seja feita. Se o dia estiver limpo, o fim de tarde alaranjado compensará até a eventual ausência das jubartes. Sabendo do temperamento imprevisível das baleias,os hotéis dão opções para os momentos de espera. Pode ser pescaria, snorkel, observação de aves. Mas basta o jorrod’água brilhar para o motor roncar outra vez.

Ciclo de vida – Nesta época do ano, cerca de mil jubartes procuram essa região de águas cálidas para se reproduzir – é comum ver fêmeas com seus recém-nascidos. As baleias ficam na  costa por quatro meses, de julho a outubro, até que os filhotes ganhem musculatura para a viagem de volta.

Sobre Camila Anauate

De alma inquieta e mente aberta, que me fizeram jornalista, viajante, aventureira, sonhadora sem-fim
Esse post foi publicado em Colômbia e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s